Veja como controlar o nervosismo na gravidez

Como controlar o nervosismo na gravidez e se prevenir contra o problema?

Como controlar o nervosismo na gravidez e se prevenir contra o problema?

Uma gestação mais feliz e equilibrada é fundamental para garantir mais saúde e bem-estar para a mãe e também para o próprio bebê

 A gestação é um momento único na vida da mulher. São meses de muitas mudanças hormonais que transformam não somente o corpo, mas também a mente das futuras mamães. Justamente devido ao turbilhão de mudanças, muitas mulheres podem apresentar grande variação comportamental durante o período, sendo o nervosismo algo até certo ponto comum. Aqui mesmo no blog da Arita Treinamentos você já conferiu um conteúdo nesta linha, com dicas para controlar a raiva na gravidez. E hoje, seguimos dentro do mesmo universo e apresentamos como se prevenir para tentar controlar o nervosismo na gravidez. Continue a leitura e descubra!

Conheça as causas para tentar controlar o nervosismo na gravidez

  • Apreensão com o parto.
  • Desconforto com as mudanças físicas, que pode causar cansaço, náusea e mudanças de humor constantes.
  • Estresse pelo estresse: também é um ponto comum, já que a mulher se sente estressada por estar passando um momento de estresse, principalmente porque há muita pressão pela manutenção da saúde física e mental.
  • Excesso de trabalho durante a preparação para a chegada do(a) filho(a).
  • Medo de sofrer o aborto.
  • Insegurança sobre a própria capacidade de criação do bebê.
  • Orçamento apertado.

Dicas para controlar o nervosismo durante a gravidez

  • Aposte na meditação para relaxar durante alguns momentos ao longo do dia. Torne-a um hábito durante a gravidez.
  • Evite conflitos sempre que possível.
  • Faça sessões de terapia com um profissional da sua confiança.
  • Mantenha um diálogo sempre aberto com seu parceiro, amigos e familiares, principalmente sobre os problemas que provocam o seu nervosismo.
  • Pesquise e esclareça todas as suas dúvidas sobre a gestação, parto, como criar o bebê, primeiros meses de vida do recém-nascido e assim por diante.
  • Planeja os gastos durante o período para evitar surpresas ao longo dos meses de gestação.
  • Pratique atividade física sempre que possível de acordo com a sua condição física.
  • Reduza as cobranças que faz sobre si mesma em relação às outras pessoas ao seu redor.

O que o nervosismo na gravidez pode provocar?

Antes de apontarmos alguns dos possíveis problemas que podem surgir na vida da mulher com altos índices de nervosismo na gravidez, é importante deixar bem claro que os problemas listados abaixo podem não surgir, mesmo com a mulher mais nervosa durante a gestação. Cada caso é um caso e por isso é fundamental contar com a ajuda de profissionais sempre que notar sinais elevados de estresse. Combinado? Vamos prosseguir:

  • Pré-eclampsia: pode surgir na vida da gestante que passam por momentos de nervosismo elevado, principalmente se a mesma já apresenta quadro de pressão alta. A pressão alta tende a aumentar quando estamos nervosos.
  • Aborto: alguns estudos científicos apontam que as chances de aborto espontâneo aumentam quando não se trata o nervosismo durante a gravidez, porém é um resultado de alguma situação traumática de grande porte, e não somente o estresse do dia a dia.
  • Parto prematuro: mesmo sem confirmação oficial, alguns estudos apontam que as chances de parto prematuro aumentam quando não é possível controlar o nervosismo durante a gestação.
  • Doenças crônicas: também já foram registrados aumentos nos casos de filhos com doenças crônicas como diabetes ou hipertensão. Filhos de mães que sofreram com nervosismo acima da média durante a gestação.

Inteligência emocional

Através de treinamentos de inteligência emocional é possível buscar o equilíbrio entre mente e corpo durante a gravidez, reduzindo assim os níveis de nervosismo durante o dia a dia. Descubra como funciona na prática: fale com dos nossos especialistas.

ARTIGOS RELACIONADOS