Liderança democrática. Veja o que é.

O que as características de uma liderança democrática podem nos dizer sobre inteligência emocional?

O que as características de uma liderança democrática podem nos dizer sobre inteligência emocional?

Em um mercado cada vez mais competitivo, ser um líder democrático é um grande diferencial para gerar mais resultados e extrair o melhor de cada colaborador

No trabalho, um líder precisa lidar com pessoas com diferentes personalidades, estilos e repertórios. E uma liderança democrática que realmente funciona é aquela que consegue lidar com tantas diferenças e reunir esforços e talentos em prol de um objetivo comum: o sucesso da empresa. Porém, nem todos os líderes de hoje possuem um perfil democrático. A boa notícia é que é possível desenvolver tal habilidade com a inteligência emocional! Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura do post de hoje, aqui no blog da Arita Treinamentos.

Liderança democrática: veja quais são as principais características

  1. Autoconsciência: um líder democrático é aquele que tem autoconsciência, ou seja, que conhece suas habilidades, suas forças e também suas fraquezas, naquilo que precisa melhorar. Um autoconhecimento que também é pautado na busca do aperfeiçoamento profissional e de suas capacidades técnicas, intelectuais e emocionais.
  2. Capacidade de ouvir: uma liderança democrática somente é possível quando o líder consegue ouvir, compreender e colocar em prática o que ouviu para melhorar sua atuação e trabalho de todos. A partir disso, é possível identificar potenciais talentos na própria equipe e criar estratégias mais assertivas para todo o time.
  3. Calma: outro ponto muito importante quando analisamos as características de um líder democrático. É uma pessoa mais calma, que não cai em jogos sentimentais dos colaboradores e consegue separar, sempre muito bem, o que é bom para a equipe como um todo, e não somente para uma ou mais pessoas que fazem chantagens emocionais.
  4. Motivação: é uma constante, e não somente para o próprio líder. A motivação é também para toda a equipe. A liderança democrática tem esse papel, ou seja, o incentivo constante para o aprimoramento de todos os colaboradores. Todos crescem e evoluem juntos. Inclusive, em cenários adversos, é um ponto ainda mais positivo pois gera a união das pessoas e maior comprometimento.
  5. Bom relacionamento: um líder eficaz é aquele que consegue se relacionar adequadamente com seus subordinados, com amizade, bom-humor e atenção, obviamente sem deixar de lado o papel da cobrança e respeitando as hierarquias. Sabe estabelecer limites, mas não cria um ambiente de reinado ou ditatorial.

Inteligência emocional faz a diferença

Se você é um(a) gerente, CEO ou diretor(a), e deseja estabelecer uma liderança democrática em sua empresa, o ideal é que você desenvolva suas habilidades de forma verdadeira e com propósito, ou seja, com sinceridade e visando um objetivo. Tornar-se um líder moderno, democrático, que sabe ouvir e conduzir sua equipe, é essencial para alavancar sua carreira e seguir trilhando o caminho do sucesso. E outra boa notícia é que a Arita é uma empresa especializada em treinamentos de inteligência emocional, formada por profissionais experientes e 100% atualizados com as melhores práticas e exercícios da área.

Então, não perca mais tempo e comece hoje a construir uma nova etapa em sua carreira: fale com um dos nossos especialistas.

ARTIGOS RELACIONADOS