O que você sabe sobre a tríade cognitiva da ansiedade?

Conheça a tríade cognitiva da ansiedade e como trabalhá-la

Conheça a tríade cognitiva da ansiedade e como trabalhá-la

Fatores internos e externos são analisados pela tríade cognitiva da ansiedade, um modelo que nos ajuda a compreender os diferentes tipos de comportamentos

Quando pensamos na tríade cognitiva da ansiedade, e também como podemos trabalhá-la, estamos pensando um modelo teórico sobre a cognição e o comportamento do indivíduo, que considera: os significados mal adaptativos que o indivíduo faz de si próprio, seu contexto ambiental (as experiências que vive) e o que planeja para o futuro (seus objetivos).  Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura do post de hoje, aqui no blog da Arita Treinamentos.

Tríade cognitiva da ansiedade: o que você precisa saber

  • Como a pessoa ansiosa enxerga: ela tem uma visão de si como inadequada, ou com recursos insuficientes para o que é visto como ideal. Além disso, seu contexto é considerado perigoso e ameaçador. Já o futuro, incerto.
  • Distúrbios da ansiedade: especialistas analisam tais distúrbios como consequências provocadas pelo instinto de sobrevivência. A análise cognitiva do perigo, por exemplo, faz com que o corpo se prepare (através do sistema nervoso autônomo) para uma luta ou fuga.
  • Reações psicológicas: quem sofre os efeitos da ansiedade sofre com reações psicológicas em várias situações, mesmo quando não há uma ameaça claramente identificável. A própria pessoa pode compreender situações tranquilas como perigosas, assim como também subestimar sua capacidade de interpretação e reação.
  • Distorção: outra característica comum é a distorção de acontecimentos inofensivos, ou seja, ocorre o exagero de um dano em potencial. Pensamentos e imagens de prejuízos psicológicos e físicos são recorrentes também.

Metodologia de inteligência emocional

A inteligência emocional é uma metodologia que busca identificar os gatilhos emocionais que provocam comportamentos que impedem o desenvolvimento pessoal e profissional do indivíduo. Considera, inclusive, a tríade cognitiva da ansiedade. Através de treinamentos de inteligência emocional é possível derrubar barreiras limitadoras do crescimento, estimulando novas habilidades emocionais e psicológicas e contribuindo para uma vida mais feliz e equilibrada. E outra boa notícia é que você sabe que pode contar com a Arita Treinamentos, uma empresa com mais de 30 anos de know-how nesta área. Aproveite: fale aqui com um dos nossos especialistas.

Continue a lista e saiba mais sobre a tríade cognitiva da ansiedade

  • Sintomas fisiológicos: são manifestados sintomas reais a partir de imagens fortes que o cérebro da pessoa ansiosa cria. Sintomas que interferem diretamente nas estratégias de enfrentamento.
  • Modelo teórico cognitivo-comportamental: dentro do meio científico, este modelo é considerado chave para explicar transtornos psicológicos, isso porque a cognição envolve pensamentos sobre as experiências individuais e também ocorrências e controle de suas percepções em relação a determinados eventos.
  • Registros de pensamentos: dentro da terapia cognitiva-comportamental, as crenças que uma pessoa possui e que não são verdadeiras, assim como seus pensamentos distorcidos, podem ser modificados. Tudo isso, através do acesso a pensamentos alternativos e que buscam uma compensação. Desta maneira, o indivíduo cria novas crenças e isso influencia na alternância de humor e do próprio comportamento.

ARTIGOS RELACIONADOS